Startup enxuta: o que é e como ter uma estrutura de custos pequena

Além de se preocupar com escalabilidade, quem é responsável por uma startup também deve atentar à sua estrutura de custos, operacional e administrativa, pois o planejamento de tais quesitos é o que permite ao negócio ser escalável.

Neste post, vamos explorar o conceito da startup enxuta e como a empresa deve se estruturar para ser enxuta e escalar mais facilmente operações e processos administrativos.

Acompanhe-nos para entender melhor o assunto e saber como manter custos mais baixos dentro de processos efetivos.

O que é uma startup enxuta?

O conceito é criação de um empreendedor estadunidense chamado Eric Ries, que fundou uma startup na década de 1990, a qual acabou tendo insucesso e fechando, mas obteve êxito em outra atuando como CEO nos anos 2000.

Em suma, os princípios são entregar algo com a melhor oferta de valor possível da forma mais rápida e menos onerosa, dentro de um processo sem desperdícios.

Indo além, e explorando mais as possibilidades atuais e os cases de sucesso brasileiros e mundiais de várias startups, podemos adicionar o seguinte:

  • Os processos e o fluxo de trabalho devem ser automatizados tanto quanto for possível e positivo;
  • Fluxos de trabalho devem ter mobilidade e o menor número de etapas, sem deixar de garantir efetividade, produtividade e produto ou serviço com valor para os clientes.

Observando tais critérios, o conceito tem de ser aplicado ao plano de negócios da startup, à criação de seu produto mínimo viável e à validação dele. Isso porque iniciar, ou alterar, pontos tão importante com antecedência ajuda o negócio na sua escalabilidade operacional e administrativa e o auxilia a ser enxuto.

Por exemplo, ao definir as atividades chave do plano de negócios pelo Business Model Canvas já se faz necessário planejá-las para que sejam repetíveis conforme o crescimento da empresa, automatizadas e componham um fluxo de trabalho produtivo.

Então, neste momento, devem ser tomadas decisões como eliminação de etapas dispensáveis e automação de procedimentos ainda manuais.

Qual é a relação entre startup enxuta e estrutura de custos?

Uma startup, para ser enxuta, deve ter uma estrutura de despesas também enxuta, coisas que alinham-se quando o planejamento do negócio tem como direcionamento a escalabilidade e a austeridade financeira.

Quando se corta uma etapa do fluxo de trabalho, por exemplo, os processos tornam-se mais produtivos e rápidos e ao mesmo tempo mais baratos.

Levando em conta o princípio de que uma etapa apenas pode ser eliminada quando não possui valor interno e/ou para os clientes, o fluxo e a solução entregue automaticamente passam a ser mais valiosos para todos os envolvidos.

Normalmente, ao planejar um negócio operacional e administrativamente enxuto, a estrutura de custos acaba em consequência dos procedimentos sendo menor, mas também pode ocorrer o contrário.

Ao perceber uma estrutura inchada, os responsáveis podem decidir por terceirizar um setor inteiro, normalmente não operacional, para cortar despesas e simultaneamente escalar melhor as atividades desse departamento.

Em todos os casos, o importante é evitar o desperdício de recursos, aplicá-los somente quando necessário e avaliar como isso alinha-se à escalada prevista das tarefas.

Como ter uma estrutura de custos enxuta?

Centralizar as operações bancárias

Naturalmente pagam-se tarifas em transferências, por manutenção de conta corrente e ao utilizar outros serviços bancários. Por fim, a soma pode mensalmente se tornar cara para o uso das funções do internet banking.

Por isso, é ideal centralizar as operações em uma conta para facilitar a negociação de tarifas pelo uso recorrente e pela exclusividade no relacionamento bancário.

Além de reduzir custos em pagamentos e uso de outros serviços, a empresa pode contar com algumas gratuidades e facilidade de acesso a soluções específicas, como crédito, quando necessário.

Buscar alternativas para a infraestrutura física

Ao invés de alugar uma sala comercial, e ter de se mudar dela quando o negócio crescer, mobiliá-la, fazer contratações de serviços e passar pela burocracia imobiliária, a startup pode alocar-se em um coworking.

Dessa forma, o negócio precisa arcar com despesas muito menores para contar com um local de trabalho e com os recursos que ele demanda para o expediente, como internet, energia elétrica e mobília.

Dar mobilidade às atividades

Uma estrutura empresarial que tem mobilidade acaba dependendo menos de estrutura física, de alto número de pessoas envolvidas e de deslocamentos.

Por exemplo, para assinar contratos com clientes remotamente, ou qualquer outro tipo de contrato, a startup pode utilizar uma plataforma online de assinaturas digitais válidas juridicamente. Isso economiza dinheiro e tempo em deslocamentos, correios, filas de cartórios e gastos com emolumentos.

Em relação à equipe, apenas a parte estratégica dela pode ser contratada e alocada em um escritório de coworking ou sala comercial. Para outras tarefas, operacionais ou não, o negócio pode contar com freelancers que recebem um número determinado de atividades e prazos para entregá-las, o que evita que mais um setor precise ser estruturado apenas para tais tarefas e pessoas destacadas a fazê-las.

Terceirizar setores

Como a contabilidade da empresa — escrituração, entrega de declarações, cálculo de impostos etc — outros departamentos podem ser terceirizados.

Normalmente, mensalidades de terceirizações custam muito menos do que a montagem de setores e equipes, além de manutenção e da qualificação contínua de ambos.

Inclusive, ao terceirizar a empresa conta com experts nas questões do setor, muitas vezes relacionadas a assuntos que ninguém dentro da startup domina, nem os sócios ou o proprietário.

Departamentos comumente terceirizados são aqueles que não dizem respeito às atividades fim, como jurídico e financeiro, que deixam de ser centros de despesas para custarem o mínimo possível e serem bem operados. Porém, caso o planejamento revele que é benéfico e efetivo, tarefas operacionais também podem ser terceirizadas.

Agora que você sabe como manter uma startup enxuta e com estrutura pequena e eficiente, leia como aliar isso a outras 6 ações para ter um negócio totalmente escalável e de sucesso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *