KPO, LPO e BPO financeiro: o que são esses serviços

Assessorias especializadas em setores e processos podem ser de grande ajuda para startups e pequenas empresas, auxiliando-as em redução de custos, aumento de eficiência operacional e potencialização de estratégias de crescimento.

KPO, LPO e BPO financeiro estão entre os serviços que ajudam negócios a atingir os objetivos citados acima e muitos outros.

Entenda o que diferencia esses tipos de serviços, quando eles se complementam e como podem ser utilizados pela empresa.

O que é KPO?

A sigla de knowledge process outsourcing significa a terceirização de processos de conhecimento, para buscar respostas, insights, diagnósticos e outros resultados advindos de pesquisas, habilidades técnicas e analíticas e conhecimento avançado em determinado campo. Quando esse é o serviço contratado, se limita à obtenção e ao uso do conhecimento, pois o parecer gerado por ele é utilizado e aplicado na prática pelos gestores e profissionais internos do negócio.

O exemplo mais comum de KPO é o serviço de consultoria, quando a contratada auxilia a contratante com os conhecimentos que possui e também possivelmente na análise de dados que o negócio gera. Nesse caso, ocorre exclusivamente a terceirização de processos de conhecimento.

Dependendo do caso, inevitavelmente acaba ocorrendo também o outsourcing de tarefas ou rotinas. Por exemplo, ao encomendar uma pesquisa de mercado se terceiriza o conhecimento da contratada e juntamente o trabalho de realização da pesquisa, o processo prático.

Buscar o KPO é necessário quando a empresa ou startup precisa extrair ou aplicar conhecimentos bastante específicos, e não é viável financeiramente estruturar um setor interno ou contratar um profissional para isso, em situações como:

  • momento de crescimento: para entender novos cenários internos e externos e desafios típicos da expansão;
  • melhoria operacional: busca de assessoria especializada no ramo do negócio;
  • atividades altamente reguladas;
  • internacionalização da operação.

 

O que é LPO?

Legal process outsourcing é a terceirização de processos legais, incluindo o conhecimento jurídico do prestador e também rotinas da área, como abertura de processos legais, realização de defesa perante foro e redação de contratos mais complexos.

Na maioria dos casos, esse outsourcing acaba sendo uma união entre KPO e BPO voltados ao campo jurídico, pois o conhecimento dos advogados é imprescindível para os casos nos quais são solicitados e diversos processos legais precisam ser efetivados por eles, que possuem a licença profissional necessária para tais trabalhos.

Para pequenas empresas e startups, o LPO não é uma necessidade diária ou muito frequente, contratada pontualmente para efetivar situações corretamente e evitar problemas em casos bastante específicos, como entrada de novo sócio no negócio, adequação à LGPD e registro de marca.

Quando se julgar necessário a busca do LPO, os responsáveis pela startup devem focar em escritórios e profissionais que trabalham no nicho desse tipo de negócio e de empresas de tecnologia por conta das particularidades envolvidas. Uma delas é a falta de leis e regulações para determinados cenários ou acontecimentos, referentes a fatores que não ainda existiam 15 ou 20 anos atrás, e que obrigam startups a aplicarem textos antigos em situações novas ou buscar prevenção contra um possível problema legal que ainda não está totalmente claro.

O que é BPO financeiro?

Existem diferentes tipos de business process outsourcing, que significa sempre a terceirização de algum conjunto de rotina setorial.

Aqui trata-se da terceirização de rotinas administrativas e do setor financeiro, abrangendo também o uso do conhecimento da contratada para análises de processos de backoffice e de relatórios gerenciais.

É um serviço de grande potencial para dar escalabilidade à empresa e agregar valor estratégico às decisões baseadas em documentos gerados pela gestão financeira. Além das tarefas de rotina em si, ocorre também a terceirização de boa parte da gestão financeira — e o prestador passa a auxiliar a empresa também estrategicamente.

A contabilidade ainda pode ser terceirizada junto ao financeiro para que essas áreas da empresa sejam geridas de maneira integrada e maior exatidão nas informações que transitam sobre elas, produzindo em ambas as partes documentos com informação mais abrangente e confiável, seja para o cumprimento de obrigações do Fisco ou para uso na gestão empresarial.

E ao contrário do pode parecer, o serviço é indicado também para empresas pequenas, mesmo que não o negócio não tenha uma rotina tão complexa, e pode auxiliá-las na escalabilidade e na tomada de decisão dos gestores.

Aproveite o conteúdo completo que desenvolvemos sobre BPO financeiro para startups e pequenos negócios e tire todas as suas dúvidas sobre a aplicação do método.

Deixe um comentário